Terceira edição da Indomit São Bento do Sapucaí tem seis recordes batidos

Colaboração de Renné Rocha

A pequena São Bento do Sapucaí, a 353km do Rio e a 182km de São Paulo (é pertinho de Campos do Jordão), recebeu no último fim de semana a terceira edição da Indomit Ultra Trail, prova de trail run que já figura como obrigatória para os amantes das corridas de montanha. Com percursos de 12km, 21km e 50km, a terceira edição da Indomit em solo paulista – uma vez em Campos do Jordão e outra na própria São Bento do Sapucaí – teve cerca de 500 atletas inscritos e quebra de recordes em todas as distâncias, no masculino e no feminino. O evento tomou todo o fim de semana.

MVI_0917.MOV.21_20_30_52.Still001
Corredores em um dos trechos da Indomit São Bento do Sapucaí. Foto de Reneé Rocha

Sexta-feira foi o dia da entrega de kits, do congresso técnico e do já tradicional jantar de massas, oferecido pela organização aos atletas que, no dia seguinte, iriam enfrentar a peleja por um preço camarada, no restaurante Trincheira, da Pousada do Quilombo, ponto de chegada das provas.

Às 7h do sábado, foi dada a largada do 50Km: 132 atletas, entre homens e mulheres, partiram para uma disputa duríssima, que só terminou quase 11 horas depois, quando o último corredor cruzou a linha de chegada. Às 8h, foi a vez de quem iria correr os 12Km e os 21Km. Eram 332 atletas, que largaram para pouco mais de oito horas de prova. Por ai já dá para imaginar o quão duro foi correr pelas montanhas de São Bento do Sapucaí, em plena Serra da Mantiqueira, com vista para a linda Pedra do Baú, cartão postal local. Muitos corredores estouraram o tempo limite, imposto pela organização (a previsão era de que a duração dos 50Km, por exemplo, fosse de dez horas!), mas no fim das contas ninguém foi desclassificado.

largada21e12
Uma das largadas da Indomit São Bento do Sapucaí. Foto de Reneé Rocha

A Indomit vem se destacando cada vez mais pela qualidade de suas provas. E não deixa a desejar em nenhum aspecto. Desde o congresso técnico à quantidade e qualidade do estafe responsável por tornar as coisas mais fáceis aos participantes, passando pelos postos de hidratação e alimentação, a estrutura montada para receber os atletas na chegada, tudo é de primeira. Cada detalhe é pensado para melhor atender e satisfazer quem participa da corrida. Para se ter uma ideia, num dos postos de hidratação tinha até açaí. No pórtico de chegada, o atleta era recebido pelo nome e podia escolher o que beber ou comer. Água, refrigerante, água de coco, mate, frutas, batata palha, cookies etc. Tudo perfeito.

MVI_0929.MOV.21_23_16_53.Still001
Corredora cruza a linha de chegada da Indomit São Bento da Sapucaí. Foto de Reneé Rocha

pedidocasamento

Ainda na noite do sábado, aconteceu a cerimônia de premiação. Foram contemplados os cinco primeiros melhores das três distâncias que formaram a Indomit Ultra Trail São Bento do Sapucaí  (50km, 21km e 12km, tanto no masculino como no feminino)  e os primeiros colocados nas categorias de  faixa etária.

Teve até um momento romântico durante a cerimônia: a atleta Carolina Capri, segunda colocada nos 12km, foi pedida em casamento pelo também atleta Flávio Domenegheti, minutos após ela receber sua premiação.

No domingo pela manhã foi a vez de a criançada fazer a festa. Atletas mirins de 2 a 10 anos correram entre 100 e 800 metros e se divertiram pelas ruas do centro da cidade, fechando com chave de ouro a Indomit São Paulo Ultra Trail, em São Bento do Sapucaí.

MVI_0989.MOV.21_46_42_23.Still001
Largada de uma das provas infantis da Indomit São Bento do Sapucaí. Foto de Reneé Rocha

Algumas iniciativas chamaram atenção pelo cuidado com o meio ambiente. A Indomit tem como objetivo, em suas provas, o menor impacto possível no local por onde passam seus corredores. Não há distribuição de copos d’água, por exemplo. Cada atleta leva o seu próprio recipiente, que pode ser um squeeze, uma mochila de hidratação ou mesmo o copo retrátil que é dado junto com o kit. Outra iniciativa bacana é a adoção do chip reciclável. Todos os chips usados pelos corredores foram confeccionados em material que pode ser reaproveitado e, para incentivar a devolução, foram distribuídas camisetas de “finisher” àqueles que faziam o dever de casa.

Por essas e outras, a Indomit vem crescendo a cada edição e já conta com duas provas internacionais – a Indomit Mendoza Ultra Trail, marcada para 28 de maio na cidade argentina, e a Indomit Isla Margarita, na Venezuela, programada para janeiro de 2017 -, além das nacionais Indomit Bombinhas Vila do Farol, Indomit Costa Esmeralda Ultra Trail e Indomit São Paulo Ultra Trail.

– Tivemos um crescimento de quase 40% em relação a 2015. Nossa expectativa é que esse aumento se mantenha, devido ao sucesso do evento deste ano. Além do mais, nosso objetivo é oferecer um evento ainda melhor, o que, com certeza, atrairá mais atletas dispostos a participar de um grande desafio com estrutura e segurança – planeja o diretor geral da prova de São Bento do Sapucaí, Gustavo Nogueira.

O calendário Indomit está aí. Opções não faltam para quem quiser conferir e se tornar um Indomável.

Resultados
50kfemPÓDIO FEMININO 50km:  1. Camila Feijó, em 6h43m59s (novo recorde); 2. Ligia Silveira de Almeida, em 6h48m21s; 3. Ana Giovanelli, em 6h59m40s; 4. Ivoneti Loes Wild, em 7h20m34s; e 5. Juliana Regina Mafra, em 7h54m55s.

50kmascPÓDIO MASCULINO 50km: 1. Célio Augusto da Rosa, em 5h24m40s (novo recorde); 2. Geison Ignacio, em 5h35m37s; 3. Robson Dimas Vigilato, em 5h52m32s; 4. Pablo Gelabert Simonetti, em 6h04m00s;  e 5. Thomaz Tassinari, em 6h13m14s.

PÓDIO FEMININO 21km: 1. Mari Deguchi, em 2h57m56s (novo recorde); 2. Leila de Oliveira, em 3h08m54s; 3. Isabel Maria Schiavinatto, em 3h13m55s; 4. Maria José Araújo, em 3h29m22s; e 5. Ana Maria Rosa, em 3h29m58s.

PÓDIO MASCULINO 21km: 1. José Virgínio de Moraes, em 2h02m08s (novo recorde); 2. Ivan dos Reis Prado, em 2h09m50s; 3. Fabrício Barbosa, em 2h11m03s; 4. Rodrigo Vesma, em 2h15m31s; e 5. Aluisio José da Silva, em 2h18m39s.

PÓDIO FEMININO 12km: 1. Luana Marilia Rodrigues, em 1h29m27s (novo recorde); 2. Carolina Carpi, em 1h33m45s; 3. Maria Emília Bonomi, em 1h36m07s; 4. Lilian Khzouz, em 1h46m58s; e 5. Adriana Castelani Toledo, em 1h49m00s.

PÓDIO MASCULINO 12km: 1. Ivan Pires, em 1h03m07s (novo recorde); 2. André Berezonski Neto, em 1h12m37s; 3. Alessandro Carlos da Silva, em 1h14m26s; 4. Diego Reis Delgado, em 1h15m51s; e 5. Versul de Carvalho, em 1h16m28s.

Anúncios

Deixe uma resposta