Alguns cuidados e… garanta uma corrida sem bolhas no domingo

Está tudo muito bom, está tudo muito bem, até que… De repente, você sente um  incômodo nos pés, que, em pouco tempo, vira um problema na sua corrida. As bolhas são mais comuns do que muita gente imagina. Você que estava cheio de gás, no meio da prova, começa a repassar na cabeça o que foi que fez de errado ou diferente para ela surgir e colocar em risco sua performance. Nunca as subestime. As bolhas podem fazer um corredor parar. Por isso, todo cuidado é pouco  no próximo dia 29 de maio, seja nos 6km da Family Run, nos 21km da Meia ou nos 42km da Maratona do Rio. Nunca teste meias e tênis no dia da prova. Use os que já se acomodaram ao seus pés.

Não use meias grossas, porque elas podem gerar mais atrito e causar as malditas bolhas. Pouco antes da largada, passe um pouco de creme hidratante ou vaselina nas áreas de fricção do corpo: virilha, embaixo dos braços e nos pés. Isto diminui o atrito e evita a formação de bolhas e assaduras. Também é recomendado dar dois nós no cadarço, evitando imprevistos no momento da corrida.

bolhas-nos-pés_1

Deixe uma resposta