Vai correr a XC Run Búzios? Veja as dicas de Bernardo Tillmann, corredor e organizador da tradicional prova

A XC RUN Búzios, com 42km, em quarteto, dupla e solo, neste sábado (22/10), é uma prova com diversos terrenos: areia fofa, areia dura, paralelepípedo, single track, estrada de terra, algumas vezes até dentro d’água. Tudo isso com muita variação de altimetria (subidas e descidas).

Cada trecho tem uma especificidade. O primeiro é mais urbano e menos técnico, com 90% do trecho em paralelepípedos, com muitas subidas e descidas, O segundo trecho é muito dinâmico, com variação de diversos terrenos (areia fofa e dura, escada, costeira, trilha single track e paralelepípedo). O terceiro trecho começa com areia fofa nas dunas de Tucuns e, em seguida, a subida da famosa e desafiadora trilha das Emerências, que vai até a rampa de vôo livre, seguido de descida em estrada de terra. O quarto e último trecho começa com estrada de terra, em seguida areia dura, na Praia Rasa, onde, no final dependendo do horário de passagem e da altura da maré, a corrida pode ser com agua até o joelho, costão, areia e, finalmente, a Rua das Pedras.

Para os atletas que irão correr na categoria solo, recomendo utilizar as transições como metas intermediárias. Dessa forma, vão trabalhando o psicológico, mas cuidado: não se anime muito com a torcida para não sair do ritmo.

Para os atletas que farão dupla, o primeiro trecho exige menos técnica e experiência em trilhas, porém, o grau de dificuldade é grande devido a altimetria e trechos de areia fofa. Portanto, na hora de dividir a equipe, o ideal é deixar a pessoa com melhor preparo fìsico para esse trecho. Quem for fazer o segundo trecho deve se aquecer bem, pois já começa correndo nas dunas e subindo a trilha das Emerências. A escolha do tênis ideal é fundamental nesse trecho. Um com bom escoamento ajudará caso a maré esteja alta nos últimos quilômetros da prova.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na categoria quarteto, é importante a organização dos atletas. É preciso fazer uma boa logística e dar suporte para quem está finalizando e/ou iniciando um trecho. Nos revezamentos, é importante a equipe se organizar e ler com atenção o roadbook para chegar com calma em cada área de transição.

A todos os atletas, um bom planejamento de hidratação e alimentação é fundamental e pode fazer a diferença para os atletas. Recomendamos utilizar cinto ou mochila de hidratação (lembrando que nos posto de abastecimento, não são disponibilizados copos), para se hidratar sempre que necessário e não precisar esperar o próximo posto.

Aproveitem o visual e corram sempre no seu ritmo. Levem seus lixos e não os larguem pelo caminho. Respeitem os outros atletas. Aproveitem a natureza. Divirtam-se!!!!!

Ah!!!! Usem filtro solar!!!!!

Bernardo Tillmann

 

Deixe uma resposta