Maratona do Rio oferece 100 inscrições gratuitas para atletas com deficiência

Parceira da Achilles Internacional Brasil, organização mundial que tem como objetivo permitir que pessoas com deficiências pratiquem atletismo, a Maratona do Rio de Janeiro oferece, desde 2010, 100 inscrições gratuitas para paratletas nas  sete categorias – visual, auditiva, intelectual, cadeirantes, handcycle e para amputados de membros inferiores – nas distâncias de 42km, 21km e 6km, que em 2017 será disputada no dia 18 de junho.  Mais informações em www.maratonadorio.com.br.

 

 

“A Maratona do Rio acredita no esporte como agente transformador, instrumento de inclusão social e de melhora da auto-estima. Apoiar projetos como o Achillies Brasil têm tudo a ver com a nossa missão. Para os deficientes visuais também produzimos troféu em braile e conseguimos disponibilizar um grupo de guias voluntários.  Esperamos que datas como o Dia Internacional das pessoas com deficiência possam gerar ainda mais conscientização, compromisso e ações que transformem a situação dos deficientes no mundo”, explica João Traven, sócio-diretor da Spiridon Eventos, que ao lado da Dream Factory, organiza a Maratona do Rio.

Foto texto pessoa com def_Maratona 2015_NRC_1455.jpg

Elias Michel Touma, campeão da Meia Maratona na categoria handcycle deste ano, acredita que o esporte pode mudar vidas, e é prova de que suas convicções estão corretas. Foi tricampeão brasileiro de paraciclismo na categoria handbike em 2012, 2013 e 2014, e vice-campeão nos últimos dois anos.

“A corrida mudou completamente a minha vida. Parei de fumar, de beber e vivo uma vida bem saudável. Dedico quatro horas por dia ao esporte, viajo bastante atrás dos campeonatos, onde conheci muitas pessoas que se tornaram grandes amigos. Poucas maratonas no Brasil aceitam a handcycle, por isso vejo oportunidade de competir em grandes eventos como a Maratona do Rio para divulgar o esporte, além de adorar competir. Essa foi a minha segunda vez na prova. Em 2012 fiquei em terceiro lugar, e esse ano fui campeão. O melhor momento foi quando fui o primeiro a cruzar a linha de chegada”, afirma Elias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s