O calendário de corridas de rua do Rio de Janeiro começa nesta sexta-feira (20) com a realização da Corrida de São Sebastião, no Aterro do Flamengo. A tradicional prova faz parte das comemorações oficiais do feriado do santo padroeiro da cidade e vai reunir, segundo seus organizadores, cinco mil atletas, que esgotaram as inscrições rapidamente. Eles ainda receberão a benção do cardeal Dom Orani Tempesta antes da largada, marcada para às 7h30m.

A Corrida de São Sebastião tem provas com distâncias de 5km e 10km e abre o calendário oficial dos eventos esportivos na cidade, e contará com atletas profissionais e também amadores. Entre os amadores o que mais vemos são grandes histórias. Entre elas está a de Irene de Fátima Pereira da Silva. A carioca de 59 anos fez uma promessa ao santo padroeiro da Cidade Maravilhosa: ela iria mudar de vida.

“Eu tinha uma vida esportiva muito intensa até os 24 anos de idade. Porém me afastei da vida saudável por 35 anos, sem nenhuma atividade física, com 1,50m de altura e pesando 75kg, até o dia 20 de janeiro de 2016. Prometi que iria mudar. Fiz todos os exames e comecei a fazer reeducação alimentar. Voltei para a academia fazendo musculação, bastante exercício aeróbico e, em maio, retornei para as corridas de rua, com menos 20kg e muito mais disposição. Fechei o ano de 2016 com 22 medalhas e o início de 2017 será na Corrida de São Sebastião o padroeiro da minha querida cidade”, conta Irene.

A Corrida de São Sebastião terá uma acirrada disputa no pelotão de elite, que terá o queniano Dominic Pkemoi Cheronges, vencedor da Maratona de Amsterdã em 2014, o brasileiro Giovani dos Santos, campeão de 2015, Hillary Kipngetich Kibet (Quênia), Mathew Kiptoo Cheboi (Quênia), Nelson Priva Mbuya (Tanzânia), Getu Kure Mideksa (Etiópia) e Augustine Paulo Sulle (Tanzânia).

Entre as mulheres estão Augustine Paulo Sulle (Tanzânia), Emmaculate Jebet (Quênia), Shewaye Wolde Woldemeskel (Etiópia), Teclah Chbet (Quênia), Esther Chesang Kakuri (Quênia), Failuna Abdi Matanga (Tanzânia).