O jornalista Rodolfo Lucena lançou o projeto 60 maratonas aos 60 anos e, neste domingo (12/2), ele deve completar seiscentos quilômetros antes mesmo do dia do seu aniversário de 60 anos, nesta terça-feira (14/2). A partir das 9h30m, Lucena estará em frente ao prédio da TV Gazeta (Avenida Paulista 900, em São Paulo). Às 10h, será a largada para uma volta de 5km pela região.  Como o maratonista está se recuperando de uma fratura por estresse, ele vai fazer cinco blocos de 500m correndo e outros 500m caminhando.

“Venha comigo. Se não quiser correr nem caminhar, traga seu abraço amigo. Será um prazer e uma honra ter a sua companhia nesse momento de alegria e conquista.”, diz Lucena. “Para alguns, o exercício que venho fazendo pode ser pouco. Para outros, pode parecer impossível. Para mim, é um desafio, uma jornada inédita. Não quebro recordes nem me transformo em primeiro de coisa nenhuma, mas saio a cada dia para mandar um recado para o mundo: estou aqui, vivo, ativo e operante. E tento dar alguma contribuição para o debate sobre a situação dos mais velhos em nossa sociedade.”

13254396_1337343912947018_7584971280056528477_n

 

O QUE É O 60 MARATONAS AOS 60 ANOS: projeto cultural-esportivo-jornalístico realizado pelo jornalista, escritor e ultramaratonista Rodolfo Lucena, que chega aos 60 anos e tenta desafiar a idade e a distância ao mesmo tempo em que conta histórias do mundo da Terceira Idade, seus desafios e suas conquistas.

Ao ingressar oficialmente na Velhice, o jornalista iniciará uma jornada que, ao longo do ano, vai cobrir distância equivalente à de 60 maratonas – 2.532 quilômetros.

No percurso, vai produzir textos, fotos e vídeos sobre a experiência, sobre personagens que encontrar no caminho e, principalmente, sobre a questão do exercício, da saúde e da qualidade de vida na terceira idade.

Treinamento, nutrição, educação, depressão, alegria, filhos, netos, paixões são alguns dos temas abordados nesses milhares de quilômetros.

A jornada não trata de quebrar recordes nem de enfrentar duríssimos desafios. É apenas o caminho de um homem comum que luta contra o tempo e se agarra à vida com todas as suas forças.

Além de suas jornadas solitárias, o jornalista-corredor-velho vai participar de corridas de longa distância pelo mundo afora, trazendo para seu leitorado experiências inéditas, procurando mostrar que sonhos podem ser realizados e que limites podem ser ampliados, horizontes expandidos.

COMO O PROJETO SE DESENROLA: será produzido um blog especialmente dedicado a acompanhar as aventuras do jornalista e corredor, que também abrigará debates sobre as condições de vida e de trabalho da população maior de 60 anos e dos aposentados em geral (mesmo mais jovens); haverá vídeos, fotos, entrevistas; enfim, uma produção bem movimentada, aos moldes de outros projetos já desenvolvidos pelo autor.

O jornalista poderá participar de debates sobre a condição humana e ajudar a formar grupos de veteranos que se dediquem à prática esportiva ou simples atividade física.

RODOLFO LUCENA tem 59 anos e é jornalista desde 1975, mestre em Teorias da Inteligência e Design Digital. Criou em 2006 o blog +Corrida na Folha.com.br  –o primeiro do gênero em um portal de jornal de grande circulação. Atuou na Folha de S. Paulo de 1990 a 2016, tendo por sido por 16 anos editor dos cadernos “Informática” e “Tec” (1995-2011).

Depois de uma vida de sedentarismo, começou a correr em 1998 e logo virou maratonista: passou a rodar o mundo atrás de provas belas e complicadas. Já fez mais de 30 corridas de longa distância, de maratonas a uma ultra de 100 quilômetros.

Publicou em 1976, aos 19 anos, o livro de contos “Abertura 1812″ (ed.Movimento). Hoje ultramaratonista, é autor de “Maratonando – Desafios e Descobertas nos Cinco Continentes” (ed. Record, 2006), de reportagens sobre suas aventuras corridas, e de “+Corrida”, com textos selecionados do blog e da coluna que assinava no caderno “Equilíbrio”, da Folha.

Aposentado desde setembro de 2014, fez no Alasca sua primeira maratona na nova condição, o que resultou no livro “Alce do Alasca” (a publicar), que traz uma seleção de textos do blog Vamo que Vamo!!!, criado especificamente para o projeto (www.lucenacorredor.blogspot.com).

Antes, em dezembro/2013-janeiro/2014, realizou uma jornada de 460 quilômetros pela cidade de São Paulo, documentando o percurso em blog na Folha, reportagens publicadas na revista “sãopaulo” e no jornal, assim como vídeos no TV Folha.

Outros projetos especiais combinando corridas e reportagens são  “Maratonando com oMST”,  em que divulgo a corrida como forma de ganhar qualidade de vida e produzo reportagens sobre a ação e os construtores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra; e “Corrida por Manoel”, que teve 40 corridas e reportagens em memória dos 40 anos do assassinato do metalúrgico Manoel Fiel Filho.