Bate-papo com Carla Goulart, bicampeã na Arrowhead 135, nos Estados Unidos, uma das ultras mais difíceis do mundo

A mineira Carla Goulart conquistou, no início do mês, o bicampeonato na Arrowhead 135, nos Estados Unidos, uma das mais difíceis ultramaratonas do mundo, que integra a Bad 135 World Cup, que ainda inclui a Brazil 135 Ultramarathon e a Badwater Ultramarathon, a mais importante do trio, também em território americano.

arrowhead-135-map

Carla repetiu o feito de 2016 e, em 44h05m, completou os 217km na neve, em quatro dias de disputa (entre 30 de janeiro e 2 de fevereiro) com temperatura média em torno de 30 graus Celsius negativos e puxando um trenó com todos os suprimentos para sua sobrevivência na inverno do estado do  Minnesota, na fronteira com o Canadá. Além de ter sido a primeira mulher a cruzar a linha de chegada, Carla foi a sétima colocada na classificação geral, que teve 38 concluintes e outros 21 que não terminaram. No ano passado, a brasileira conquistou seu primeiro título na Arrowhead em 52h51m.

carla_1
Troféu de campeã da Arrowhead 135 de 2017

O campeão da prova foi o americano Gavin Woody, com 36h01m. Cristiano Marcelino foi outro brasileiro que  participou da prova, terminando em 53h54m, na 26ª colocação geral.

carla_4

Como você está sentindo com essa nova conquista?
Carla Goulart: Me dediquei muito para conquistar esse objetivo, que foi de 44h05m. É um sentimento vitorioso. Sou consciente das minhas limitações, mas ao mesmo tempo confiante para o novo desafio.

O que essa vitória representa?
Carla Goulart: Representa a resposta satisfatória aos meus treinos e o galardão que é destinada àqueles que lutam pelas conquistas, tendo que enfrentar as maiores adversidades que foram essenciais para o meu crescimento.

carla_3

Como foi a prova?
Carla Goulart: Foi tranquila! Mesmo sendo considerada um ambiente extremo, este ano a temperatura estava muito agradável (não  frio ao extremo  e não quente) que é essencial para deixar a trilha com um piso mais firme , sem neve fofa , ao contrário das  edições anteriores, onde tínhamos neve fofa e molhada  em alguns trechos. Todos os envolvidos sabiam que ia ser uma prova rápida , tanto que teve recorde  na modalidade bike. A quantidade de neve que caiu no primeiro dia era tão pouca que não fez nenhuma diferença na trilha, tanto que corri a maior parte do percurso, chegando sempre juntos com os primeiros homens nos check points.

Como foram seus treino?
Carla Goulart: Treinar para Arrowhead 135 é extremamente divertido e gratificante. São treinos árduos e meticulosos. Segui as orientações do treinador de corrida Branca e de musculação Túlio Horta, pois o treino para essa distância exige mais dedicação, disciplina e compromisso com os profissionais que estão a milhas de distâncias.

Quanto tempo de preparação?
Carla Goulart: 4 anos (tempo que disputa a prova). O tempo de preparação foi de acordo com o proposto nas planilhas desenvolvidas pelo Branca e pelo Túlio. O feedback era dado semanalmente.

Que palavra definiria seu momento ao cruzar uma linha de chegada?
Carla Goulart: Gratidão. Ao Branca, Túlio, Patrícia (nutricionista) , Marcos (fisioterapeuta), Wilson , Todd , Miriam, Craig… Enfim os profissionais , amigos e família. Sem eles  eu jamais conseguiria esse tempo.

carla_2

Quais foram os momentos marcantes da prova?
Carla Goulart: Foram todas aquelas nos quais pude aliar minhas experiências passadas e usá-las a meu favor para vislumbrar e alcançar a vitória. O relógio era meu foco!

Em algum momento pensou que não terminaria uma prova? Se houve, como o venceu?
Carla Goulart: Em nenhum momento tive pensamentos negativos, pois sempre agradecia a Deus por me dar novamente a oportunidade de estar ali. Pensava nas vibrações positivas que vinha dos meus treinadores.

Qual seu próximo desafio?
Carla Goulart: Não decidi por enquanto. Pensando em fazer outras provas que tenham neve, sled, pois me identifico muito com os ambientes frios.

Você corre para…

Carla Goulart:  Relaxar. Correndo me sinto leve , completa e, acima de tudo, para inspirar a todos, porque, quando se tem sonhos, só você pode realizá-lo, tendo atitude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s