O ortopedista e maratonista Sérgio Maurício, que faz parte do time de especialistas da Maratona do Rio de Janeiro, preparou dicas para os corredores que vão cair na folia carnavalesca, mas que estão preocupados em não se lesionar e prejudicar sua preparação, principalmente aqueles que estarão na prova carioca, no dia 18 de junho, por exemplo.
Antes das dicas, Sérgio Maurício, conhecido como Doutor Corrida, reforça os cuidados com uma orientação muito importante:
“Estamos a quatro meses da maratona e você não vai querer que o carnaval atrapalhe seus treinos ou te lesione nessa altura do campeonato! Alguns cuidados importantes preservarão seu corpo”, afirma Sérgio Maurício.
1 – Proteja seus pés:
“Sabemos que os blocos e a avenida estarão lotados, então não corra o risco de se cortar com caco de vidro ou levar aquela pisada que te deixaria sem treinar por uma ou duas semanas. Use sempre calçados fechados e tenha cuidado em lugares com multidões”.
2 – Cuidado com o salto alto.
“Uma torção do tornozelo pode estirar os ligamentos e te deixar de 2 a 8 semanas sem treinar, dependendo da lesão. Em casos mais graves, terá de imobilizar, usar muletas ou até mesmo fraturar um osso, o que poderia te tirar da prova. Dê preferência a calçados baixos, mas se os saltos forem inevitáveis, prefira os mais grossos.”
3 – Se vai pra farra, não force nos treinos. Você permanecerá longos períodos sambando e irá fadigar a musculatura. Treinar intensamente aumentaria as chances de uma lesão muscular.
4 – Consumir álcool em excesso retarda a recuperação muscular em até 3x. Além do efeito diurético, o álcool também interfere com a síntese de glicogênio, nossa principal fonte de energia. No fígado, inibe dramaticamente a ressíntese das reservas de glicose e no músculo, prejudica seu armazenamento, predispondo a lesões musculares.
5 – Vai viajar? Não se esqueça de levar o telefone do seu médico, um analgésico e material para um eventual curativo.
Bom carnaval a todos e bons treinos!
Sobre o Sérgio Maurício: ortopedista formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e cirurgião de joelho formado pelo Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO). Atualmente, é membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ), da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE). É amante do esporte desde criança. A forte paixão por corridas nasceu em 2010, quando cursava residência em ortopedia e tinha muito pouco tempo para se dedicar aos exercícios físicos. Já no ano seguinte, tomou duas importantes decisões: começar a pós-graduação em medicina do esporte e correr uma maratona. De lá para cá não parou mais.
 Conheça o Time Maratona da Cidade do Rio de Janeiro
Com a presença de grandes profissionais de diferentes áreas, o Time Maratona do Rio é composto pelo Dr. Paulo Lourega (Diretor-Médico da Maratona do Rio desde 1987 e Especialista em medicina do esporte), Dra. Fabiula Schwartz (Cardiologista e Especialista em medicina do esporte), Roberta Lima (Nutricionista do esporte com mais de 10 anos de experiência no esporte de alto rendimento), Vanessa Protásio (Psicóloga, Especialista em Coach e maratonista) e o Dr. Sérgio Maurício (Ortopedista formado pela UFRJ e maratonista).