História para motivar corredores iniciantes, experientes e quem, um dia, sonha em fazer os 42km

Ano passado, Dona Lindalva, aos 70 anos, completou sua primeira maratona no Rio de Janeiro, ao lado da filha Claudinha Figueiredo. Para incentivar quem vai correr a Maratona de Porto Alegre, nesta domingo (11/6) ou a do Rio, na semana que vem (18/6), republico aqui a entrevista que fiz com elas, uma dupla simpática e determinada…

Uma parceira entre mãe e filha que ganhou as pistas há seis anos  vive neste domingo um momento especial. Aos 70 anos,  Dona Lindalva estreia nos 42km, na Maratona do Rio, ao lado da filha Claudia Figueiredo, sua grande incentivadora. Depois de muitas provas de 5km, 10km e  21km, Lindalva resolveu que era hora de ir além. E se inspirou na determinação da filha, corredora há dez anos, que vai a  acompanhar no desafio. O Blog do Iúri Totti conversou com a Claudia sobre a parceria das duas:

Como foi o começo de vocês na corrida? Quem começou primeiro?

CLAUDIA FIGUEIREDO: Eu comecei primeiro, para emagrecer, e logo viciei. Insistia para minha mãe pelo menos caminhar, mas ela não queria. Eu  perturbava, a “obrigava” a ir pelo menos na chegada das provas; ela ia, mas não gostava. Em 2008, na minha primeira maratona, ela ficou desesperada,  pois eu estava demorando muito. Ela foi olhar nas ambulâncias e nada da filha… Com 4h23, eu chego, e ela me solta: “como demorou, não aguentava mais esperar”. Até que ela descobriu ser hipertensa, e o médico a obrigou a caminhar. Sem eu saber e sem falar com o médico, ela  intercalava caminhadas com trotes. Até que eu descobri, nós voltamos no médico e ela foi liberada. Em pouco tempo, comecei a inscrevê-la nas provas de 5 km. Ela se apaixonou e não parou mais.

O que significa essa parceria?

CF: É vida, bem-estar e amor. Se ela não corresse, seria complicado deixá-la tanto tempo sozinha em casa para ir treinar. E  como explicar que estou com fome, mas sem forças para comer? Que prefiro dormir e depois almoçar? Ela sendo corredora torna mais fácil o meu dia a dia. Para ela também facilita ter uma corredora tão próxima. Ela só se preocupa com os treinos e as provas, eu faço as inscrições, programo as viagens, falo da alimentação, da hidratação… Tenho certeza que agreguei anos à vida dela colocando-a nesta tribo e também ganhei anos, pois fico despreocupada com ela por perto. Nós duas saímos ganhando.
claudinha_3
Tenho certeza que agreguei anos à vida dela colocando-a nesta tribo e também ganhei anos, pois fico despreocupada com ela por perto. Nós duas saímos ganhando.
Que mensagem vocês querem passar com a corrida?
 
CF: Corrida, como qualquer  atividade física, se feita com responsabilidade e constância, só traz saúde, bem-estar e autoestima. Correndo conhecemos pessoas incríveis, lugares sensacionais, portanto correr não é nada solitário e chato como alguns dizem. Correr trouxe alegria e cor para nossas vidas. Dona Lindalva é a prova de que, mesmo sendo sedentária quase a vida toda, é possível começar na melhor idade e ainda trazer ganhos para a saúde física e mental.
Como será a estreia de Dona Lindalva na maratona?
 
CF: No início, não gostei da ideia. Para mim, bastavam as meias (21km), fiquei temerosa. Mas, como ela insistiu, aceitei. Mas coloquei algumas condições. Uma delas foi  que eu iria com ela durante todo o percurso. Outra que passaríamos a treinar juntas. Sempre treinamos próximas, mas não o tempo todo. Normalmente, eu dizia o percurso, e cada uma ia no seu ritmo; quando eu terminava, voltava para buscá-la. Outra condição que impus foi que ela teria que sair de sua zona de conforto. Ela corria,  mas me irritava quando passava a caminhar do nada, sem estar cansada. Ela teria que se comprometer que ficaria o máximo de tempo possível sem caminhar. Acordo feito,  fomos aos treinos. De forma gradativa, ela foi ganhando confiança, eu fui vendo que ela estava se esforçando e que realmente queria fazer e bem uma maratona. E eu fui apertando. Acredito que ela vai correr bem e surpreenderá muita gente.
claudinha_4
Claudinha e Dona Lindalva na pista Claudio Coutinho, na Urca. Fotos do arquivo pessoal
Como foram os treinos da Dona Lindalva?
 
CF: Como ela já corria meias, não começamos do zero, mas, pela idade,  fiz uma planilha de maior tempo. Conversei com vários amigos treinadores, tirei minhas dúvidas e adaptei minha planilha para ela. Começamos em dezembro o treino especifico, com tiros, intervalado e contínuo durante a semana e rodagem no fim de semana. Na Meia da Asics, dia 15 de maio,  ela diminuiu o tempo dela em 11 minutos, mesmo treinando para uma maratona. Vim com ela o tempo todo e ela só caminhou no Elevado do Joá, o que me deixou muito feliz. Fechou a prova com 2h33 e foi a primeira na sua faixa etária.
Como foi a evolução de Dona Lindalva na corrida?
 
CF: Foi natural, mas rápida. Começou nos 5km, mas sem querer ela partiu para os 10km. Ela estava inscrita em uma prova de 5km e eu, na mesma, só que para os 10km. Quando cheguei, não a encontrava, fui no posto médico, rodei, nada… Fui no locutor, ele anunciou e nada… Depois de um tempinho, vem ela correndo. Ela  simplesmente tinha passado direto do retorno dos 5km e fez os 10 kms em 1h18. Depois, vieram as 10 milhas e  hoje já foram 12 meias maratonas, incluindo o K21 de Arraial do Cabo e Ilha Grande e a Meia Maratona de Búzios. Achei que ela fosse ficar nos percursos de 21km, mas no dia do aniversário dela de 70 anos, em novembro passado, ela resolveu que queria correr a Maratona do Rio. E eu estou percebendo que esta não será a única.
claudinha_1
Onde essa parceria pode levar vocês?
CF: Gostaria muito de poder levá-la pra correr fora do Brasil, ela sempre falou na meia de buenos aires, mas eu particularmente gostaria que ela fizesse o desafio do Pateta na Disney. É a carinha dela. Superação e como ela está fazendo tudo ao contrario, está estudando agora, passou a correr depois dos 60 anos..seria ótimo correr nos parques aos 70 anos. Tudo atrasado mas a tempo. Já me peguei pensando em como ela estará quando eu estiver com 70 anos, não sei se correndo mas me acompanhando com certeza.
Vocês imaginavam que a corrida uniria ainda mais mãe e filha?
CF: Tinha certeza que, se ela não viesse para este mundo da corrida, ficaríamos afastadas, por isso insistia muito. Graças a Deus, consegui trazê-la. Não pensei em vê-la correndo uma maratona, o percurso que mais amo, mas acho que de tanto eu falar ela ficou com vontade de experimentar. É bom demais conhecer lugares novos e poder proporcionar a ela isto também. Sem falar nas pessoas que conhecemos, temos quase o mesmo grupo de amigos. Acordamos cedinho, saímos para treinar e, depois de horas rodando, voltamos para casa exaustas mas felizes, não tem dinheiro que pague. Isto só fortalece nossa união, até os nossos MP4 têm as mesmas músicas. Quem imagina uma velhinha ouvindo música eletrônica? Ela adora um remix.
Como foi envolvimento e o apoio do restante da família?
CF: Infelizmente só contaminei minha mãe. Meu pai tem artrose no joelho, mas daria para ele fazer uma caminhada, só que nem isso ele quer. Minhas tias, primos…ninguém corre. Olha que é muita gente, são oito tios por parte de mãe e cinco por parte de  pai. Apesar de nada fazer, meu pai nos apoia. Rola um pouco de ciúme, mas ele entende.
Depois da maratona, o que vocês esperam da corrida? Qual o próximo desafio?
CF: Tenho certeza que Dona Lindalva continuará nos treinos longos e outras maratonas virão, estou até pensando em botá-la para fazer a ultra de 24 horas em 2017. Mas a próxima corrida será a Meia da Asics em São Paulo. Ela fará sozinha,  pois estarei na Maratona. Já avisei que quero um tempo bom. Este vai ser o desafio dela, correr bem mesmo que eu não esteja junto.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s