Inscrições abertas para o inédito Desafio Cidade Maravilhosa da Maratona do Rio, com as provas de 42km e 21km em dois dias

Não é só o corredor que precisa evoluir, a prova também. Foi isso que aconteceu com a Maratona da Cidade do Rio de Janeiro. A Spiridon e a Dream Factory, empresas organizadoras do evento, anunciaram, nesta terça-feira (12/9), o novo formato para 2018. A 16ª edição de uma das principais corridas de rua do Brasil será dividida em dois dias (2 e 3 de junho), terá o Desafio Cidade Maravilhosa (21km + 42km) e a criação do percurso de 10km.

Com essas novidades, a meia maratona acontecerá no sábado, no mesmo percurso (Praia do Pepê-Aterro do Flamengo), com largada às 6h15m, deixando o caminho entre a Barra e o Aterro do Flamengo, no domingo, somente para os maratonistas. A largada dos 42km, na Praia do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes, será às 7h. Também no domingo, os corredores da Family Run (6km) terão a companhia dos atletas dos 10km. As duas largadas serão simultâneas na altura da Praça Cuauhtemoque, com a distância maior indo até o Boulevard Olímpico e retornando ao ponto de partida. Os 6km vão até o Monumento aos Pracinhas e voltam.

As inscrições para todas as provas já estão abertas no site oficial da Maratona do Rio. Os que optarem em fazer o Desafio Cidade Maravilhosa, precisam se inscrever nas duas corridas. Quem completar os 63km receberá  uma medalha especial. A maratona e a meia estão custando R$ 150 cada, enquanto os 6km e os 10km, R$ 70. A expectativa dos organizadores é que o número de inscritos aumente dos 33 mil de 2017 para 37 mil em 2018.

Corredores no Viaduto do Joá durante a Maratona do Rio. Foto de Alexandre Loureiro/Divulgação
Corredores no Viaduto do Joá durante a Maratona do Rio. Foto de Alexandre Loureiro/Divulgação\

“Queremos dar ao corredor e ao público uma nova experiência”, afirmou Duda Magalhães, diretor geral da Dream Factory. “A Maratona do Rio cresceu e planejamos daqui a alguns anos estar entre as melhores do mundo, fazendo parte da World Marathon Majors (atualmente formada por Tóquio, Boston, Londres, Berlim, Chicago e Nova York)”.

Por ser novamente realizada no feriado de Corpus Christi, a Maratona do Rio atrai corredores de outros estados e de fora do país.

“Somos hoje a maior e mais bonita maratona do país. Queremos transformar o Rio em uma referência no esporte. destacando que nosso objetivo é tornar a Maratona do Rio um dos principais eventos da cidade dentro da agenda Rio de Janeiro a Janeiro, promovida pela sociedade civil para revigorar a economia da cidade. Mais de 60% dos inscritos são de fora da cidade do Rio, e isso movimenta toda a capital”, disse Duda Magalhães.

Para Carlos Sampaio, diretor da Spiridon, esse novo formato irá atrair novos corredores, como iniciantes e ultramaratonistas.

“Com essas mudanças, as duas maiores provas, 21km e 42km, terão um dia exclusivo, permitindo mais fluidez no percurso, conforto para os corredores e evolução técnica da corrida. Queremos transformar a Maratona em referência no mundo”, explica Carlos Sampaio, sócio-diretor da Spiridon Eventos. “A Maratona do Rio quer acompanhar toda a evolução do corredor. Começando com 6km e chegando aos 42km. Criamos a prova de 10km por ela ser uma ótima opção para os atletas que estão começando a aumentar a distância e também para os corredores mais experientes que querem fazer uma prova com intensidade mais alta. Ainda vamos atender aos ultramaratonistas no Desafio”.

 

Deixe uma resposta