2017 e o Trail Run, por Manuel Lago

A crítica é minha e em nenhum momento me exclui do cenário descrito, posso também estar consumido por tudo isso.
O número de provas Trail no Brasil não para de crescer, especialmente nas regiões Sudeste e Sul. Provas de inúmeras distâncias, desde os 4k até as 100 milhas, se sobrepõem uma atrás da outra. Não, não estou falando de estados diferentes, públicos diferentes. Estou dizendo que em cada região (exemplifique com um raio de 150km de distância) há às vezes, até 4 provas no mesmo fim-de-semana.
Entendo economia. Entendo oferta X demanda. Entendo que algumas provas aniquilarão outras. Mas eu sou um romântico do Trail. Logo, esse texto tem a ver com isso! Romantismo e Desenvolvimento do Esporte.
Organizadores de provas, Mídias Especializadas, Assessorias Esportivas, Grupo de Amigos, Atletas estão cada vez mais desunidos. Todos ficam boicotando os outros. Comercialmente é isso que acontece. Você pode simplesmente observar as redes sociais: quem curte quem, quem compartilha o quê, não tem como se esconder! Ou você nunca parou pra olhar isso? Nunca fez pesquisa de mercado usando os perfis “Instagranianos” e “Facebookianos”?
Excesso de provas é um problema pra quem gosta de treinar com consciência. Ninguém
consegue periodizar de forma eficaz e segura com um mundo de tentações, de provas boas e provas ruins. Ruins? Sim, o mundo da necessidade de auto-afirmação através das Redes Sociais escolhe provas vazias, fáceis de conquistar troféus para poder postar #textão em algum perfil.
Muitos atletas não se importam com quem disputaram, apenas que venceram. Imagine um atleta ganhando uma prova de asfalto plano de 10k com 42min? É só transferir isso para o mundo Trail. Ausência de um bom Start List nas provas não provoca evolução do esporte, não inspira outros atletas a se tornarem revelação, não deixa legado.
O que vejo de mídia especializada no cenário brasileiro, em muitos casos, é defendendo apenas Fulano ou Ciclano, não cita Beltrano ou qualquer um que seja uma ameaça “econômica”.
Manuel Lago
Manuel Lago
Os organizadores de prova que tem negócios paralelos (assessorias), criam um conflito de interesse, não divulgam nada para seus atletas a não ser suas próprias provas. Ou estou mentindo?
Grupos de Amigos ficam atrás de quem me dar mais eu levo meus amigos. Sempre há algum “líder” que ganha “algo” para trazer seus amigos. Os descontos concedidos viram “lucro’ pro tal “líder”, além de pleitear cortesia na inscrição e às vezes muito mais. São os chamados “influencers”.
Atletas pleiteiam inscrição, hospedagem, ajuda de custo, transporte em troca de alguns posts em suas redes sociais, prometendo trazer “Deus e o Mundo” pra prova. No final, não trouxeram ninguém. Valeria muito mais a pena dar tudo isso pra alguma “pugliese” da vida. Não é?
Quando o organizador facilita a vida do atleta, é por puro romantismo! É pra ter o tal “Start List” forte! É pra ver disputa! É pra ver competição! Quando ele elimina premiação por faixa etária, fica fadado à falência! O melhor dos mundos econômicos é ter faixa etária de 5 em 5 anos, mesmo se sua prova tiver apenas poucos participantes. Ousar outra coisa, é dar a cara pra bater.
Treinadores, ahhhh treinadores. Aqueles sérios, como são vários amigos meus de profissão! Como sofremos, como temos concorrentes, como temos tentações a combater diariamente. São tantos convites para participar de provas e trazer seus atletas. São tantos “coach lifestyle” espalhados pelo país. São tantos que lêem uma ou 2 reportagens, compram um “manguito” e um “pernito” e já se tornam referência…já dominam os mais variados assuntos ligados ao esporte. Que batalha árdua e ingrata, até mesmo covarde.
Solução? Não tenho. Não ousaria a ter. Única coisa: trabalhar e levar a sério os conceitos que acredito. Disseminá-los e não me deixar ser influenciado pelas mídias.
Um calendário regional? Nacional? Haverá aqueles que falarão da economia… Alguns estarão sendo subjugados, outros alijados enquanto alguns favorecidos. Mas a vida é assim. E não mudará por conta desse texto acima, pelo contrário, posso vir a criar até mais inimizades.
Mas eu sou romântico! Gosto de correr! Desde 5k até 100 milhas. Desde asfalto até Montanhas acima dos 3000m de altitude. Com pouca ou muita altimetria. Não curto muito o calor, prefiro o frio rsrsrsrs . Gosto de estar sempre com os melhores. Ser sempre o último entre os 100 melhores ao invés do primeiro entre os 100 piores. Gosto que a conquista seja valorosa. E assim vou ensinar e deixar meu legado. Concorde você ou não!
Nos esbarramos em alguma trilha ou prova por aí!
Manuel Lago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s