Sabe quem ganhou a Corrida de São Silvestre? Os africanos, para variar

Mais uma vez o alto do pódio da São Silvestre foi dominado pelos africanos, mantendo a hegemonia das últimas sete edições. O etíope Dawitt Admasu conquistou o bicampeonato no masculino, repetindo a façanha de 2014, com o tempo de 44m15s,  enquanto a queniana Flomena Daniel foi a melhor no feminino, completando os 15km em 50m18s.

Os brasileiros decepcionaram, ficando fora do pódio, que premia os dez melhores da tradicional prova, que reuniu cerca de 30 mil pessoas. O corredor Éderson Vilela Pereira foi o melhor do Brasil, terminando em 12º, com 46m58s, enquanto que no feminino, apenas Joziane Cardoso subiu ao pódio por ter ficado em 10º lugar, com 54m07s. A última vitória brasileira foi em 2010, com Marílson Gomes dos Santos e, no feminino, em 2006, com Lucélia Peres.

Etíope Dawitt Admasut comemora o bicampeonato na Corrida de São Silvestre de 2017. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press
Etíope Dawitt Admasut comemora o bicampeonato na Corrida de São Silvestre de 2017. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

“Treinei muito para esta prova e estou feliz por vencer de novo a São Silvestre. Agradeço ao público, meu manager e a todos que me apoiaram para estar aqui e garantir o topo do pódio. Farei tudo para voltar a São Paulo no ano que vem e poder brigar por mais uma conquista no Brasil”,  declarou Admasu.

A queniana Flomena Daniel vence a Corrida de São Silvestre de 2017. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press
A queniana Flomena Daniel vence a Corrida de São Silvestre de 2017. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

“Foi uma competição muito boa e estou feliz por voltar e vencer. Foi uma prova complicada, por causa da chuva e das subidas. No ano passado errei na estratégia e acabei em segundo lugar, mas neste ano deu tudo certo”, disse Flomena.

Resultados

Elite Masculino: 1) Dawitt Admasu (Etiópia/Bahrein), 44m15s; 2) Belay  Bezabh (Etiópia), 44m43s; 3) Edwin Kipsang (Quênia), 44m43s; 4) Birhanu Balew (Bahrain), 45m06s; e 5) Paulo Lonyangata (Quênia), 45m28s.
Elite Feminino: 1) Flomena Daniel (Quênia), 50m18s; 2) Sintayehu Hailemicheal (Etiópia), 50m55s; 3) Birhane Dibaba (Etiópia), 50m57s; 4) Ymer Wude (Etiópia), 51m35s; e 5) Paskalia Chepkorir (Quênia), 51m55s.

Ao longo de seus 92 anos, a São Silvestre foi se adaptando às mudanças e à cidade, sendo 12 de percursos e 18 distâncias diferentes, em razão do próprio crescimento. A primeira delas aconteceu em 1989, quando passou a ser realizada de tarde, possibilitando maior segurança para os atletas e público. Desde 2012 o evento acontece pela manhã, como as grandes provas no mundo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s