Nos 35 anos de triathlon no Brasil, Paulo Maciel e Luiza Cravo vencem etapa de abertura do Circuito UFF Triathlon

No dia em que o triathlon completou 35 anos da primeira prova realizada no Brasil, quem fez a festa foi o brasiliense Paulo Maciel e a niteroiense Luiza Cravo. Os triatletas de alto rendimento brilharam na etapa de abertura do Circuito UFF Triathlon, disputado no último domingo (13), no Recreio dos Bandeirantes, e finalizaram os 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida, da categoria Standard, em primeiro lugar com tempos de 2h08m55s e 2h17m46s, respectivamente. Peter Pichnoff (2h08m55s) e Gustavo Slaib (2h17m27s) completaram o pódio masculino, Clara Guimarães (2h26m09s) e Fernanda Palma (2h26m57s), o feminino.

“Foi uma prova muito difícil. O mar estava muito agitado e dificultou um pouco. Mas, por outro lado, o clima ajudou e deu para imprimir um ritmo mais forte na corrida. Que bom que deu tudo certo e consegui essa vitória logo na primeira etapa”, vibra Paulo Roberto.

Já na categoria Sprint, o destaque foi para a vitória do mineiro Antônio Ferraz Bravo Neto, com 1h0m12s, que superou o paulista Pedro Apud por apenas 35 segundos, após 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida. Na terceira colocação, ficou o atleta de Itaguaí Pedro Silva, com 1h09m32s. Entre as mulheres, a campeã foi a argentina Maria Soledad Omar, residente em Niterói, com 1h20m27s. Amanda Marques (1h22m52s) e Emily Loterio (1h23m25) completaram o pódio.

Triatletas nadam na Praia do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes. Foto de Reynaldo Félix/Divulgação
Triatletas nadam na Praia do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes. Foto de Reynaldo Félix/Divulgação

Triatletas da primeira geração brasileira voltam a competir. Outro destaque do evento foi a presença de dois triatletas da primeira geração de competidores brasileiros. Armando Barcellos, de 52 anos, e Carlos Dolabella, de 57, disputaram a primeira prova da modalidade no país, o I Triathlon Internacional do Rio de Janeiro (Café do Brasil), há 35 anos, e no último domingo puderam reviver esses momentos no Circuito UFF Triathlon.

“Não podia deixar de fazer essa prova. Foi uma sensação incrível, passou um filme na minha cabeça relembrando daqueles tempos. Além disso foi uma grande honra fazer essa prova novamente com o Dolabella. Ele sempre foi um grande ídolo e hoje também somos grandes amigos”, afirma Armando Barcellos, que repetiu a performance de 35 anos atrás e venceu a prova em sua categoria novamente.

“É legal ver que ainda estamos em forma depois desse tempo todo. Foi uma grande honra participar dessa etapa 35 anos depois e ainda poder competir novamente com o Armando. Foi incrível. A logística da prova, a organização, tudo perfeito”, afirma Dolabella.

A segunda etapa do Circuito UFF Triathlon será no dia 26 de agosto, também no Recreio dos Bandeirantes, com as categorias Standard e Sprint.

Deixe uma resposta